Reflexões que podem mudar suas atitudes. Vamos fazer juntos?

Colocaria o nome deste texto de algo como um questionamento sobre suas criticas em relação a si próprio. Observe como foi tratado e como se trata hoje em dia, será que suas críticas não são vícios de tudo que já ouviu na infância? E o que ouviu sera que realmente era verdade? Sera que nunca vai mudar? Leia parte do texto que colei do blog da Jaqueline sobre o merecimento.

“Os presentes que você recebia na infância eram condicionados a algum resultado, como notas boas ou uma melhoria no seu comportamento?
Você apanhava quando era pequeno ou na sua adolescência?
Foi humilhado publicamente alguma vez por alguém que você respeitava e admirava?
Recebia e/ou ainda recebe muitas críticas dos seus pais e de pessoas que o cercam?
Existe um estudo que diz que uma criança antes dos 4 anos de idade recebe uma quantidade enorme de nãos.
Mediante a algumas respostas positivas das perguntas acima pode ser que o seu canal de merecimento das coisas boas da vida, esteja obstruído.
O processo de receber as coisas boas da vida passa por três passos simples:
A gente pede (ora, reza, intenciona, clama, visualiza etc..)
Depois a gente permite; o permitir equivale a abrir uma porta para que o desejo entre.
E, então, a gente recebe, vivencia e experimenta o desejo apreciando e agradecendo e recomeçando um novo ciclo de expansão e conquistas.
Muitas vezes, as nossas convicções, as nossas crenças nos impedem de realizar uma dessas etapas.
O nosso grau de merecimento impede a segunda e a terceira etapa de se concretizarem em nossas vidas.

Quando acreditamos que algo não é para nós, de forma consciente ou inconsciente, impedimos o fluxo de permissão e recebimento das coisas boas na vida.

Pode ser que esteja obstruída pelo canal do Merecimento e, consequentemente, do Recebimento.
Pessoas que cresceram em ambientes onde suas qualidades e competências não foram valorizadas,
possuem um pensamento que gera um comportamento sem iniciativa, procrastinador e com resultados mínimos, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Os nãos que você recebeu em excesso na infância podem estar impedindo você de tentar o novo e de arriscar algo bom na sua vida.

Temos medo de pedir.
Mas saiba que se você não solicitar, o que você quer como pode ser que venha?
– A percepção é o primeiro passo da mudança.
– Após a percepção vem o questionamento, como por exemplo: será que eu mereço só isso? Ou posso ir além e alcançar algo melhor?
Após o questionamento, vem a transmutação e o aumento no nível da consciência e na melhoria da qualidade de vida em geral.”

Muito interessante, pois acredito que todos passam por isso, porém o que importa é reconhecer e poder modificar suas ações. Então você esta pronto para mudar entra o texto dobre dicas de como fazer:

O que o limita na sua vida que você sabe que precisa de um apoio para superar?
A metodologia dos 21 dias é proveniente do antigo Oriente e chega até nós nos dias de hoje como uma forma de reprogramação mental.
Trata-se de uma maneira muito simples e principalmente elegante de transformar um comportamento que o limita num novo e expansivo comportamento, através da manutenção do mínimo de foco durante 21 dias seguidos.
Não é preciso muito esforço e, sim, uma disciplina de repetição de determinados atos conscientemente por 21 dias consecutivos.

Se você possui um hábito que o limita e o frustra, possivelmente, você criou esse hábito fazendo e refazendo o mesmo comportamento por 21 dias consecutivos mesmo que inconsciente.
E, como notam alguns cientistas renomados, tudo que fazemos por 21 dias consecutivos de forma inconsciente ou consciente se transforma num hábito.

Para desenvolver um novo hábito é preciso o comprometimento e a disciplina de focar num objetivo por 21 dias consecutivos sem interrupções, com cerca de 15 minutos de dedicação por dia, dessa forma a mente cria um novo caminho neural, através da qual se passará uma nova forma de pensar, de sentir e consequentemente de agir, gerando assim resultados mais positivos e agradáveis e com o mínimo de esforço.
Podemos escolher qualquer tema ou desafio para alcançar durante os 21 dias:
– Esquecer um amor mal resolvido;
– Perder o medo de dirigir;
– Começar uma nova carreira;
– Fazer exercícios físicos;
– Sair do vermelho;
– Levar adiante uma dieta;
– Aumentar a autoestima;
– Iniciar um novo empreendimento;
– Mudar de residência;
– Superar perdas;

Para que essa forma de Reprogramação Mental funcione é preciso de um comprometimento e um mínimo de disciplina.
Sim, pode servir para qualquer mudança pois todas as áreas da nossa vida, estão envolvidas com o cognitivo ou seja com uma forma de pensar, que te leva a uma forma de sentir e consequentemente a um tipo de comportamento, mesmo quando você não está ciente desse caminho.
Segundo a Física Quântica, recebemos todos os dias uma quantidade infinita de maneiras de fazer as coisas e obter novos e melhores resultados, porém, fazemos na maioria das vezes todos os dias as coisas da mesma forma e depois sofremos numa busca incessante por resultados diferentes.

Saiba que mudar 2% do que acontece dentro do seu cérebro que é um órgão neutro e receptivo, pode mudar em 200% os seus resultados.

Se algo não vai bem na sua vida e você focar em começar um novo desafio, com data para começar e terminar pode ter certeza que muitos resultados virão.

Dentro desses 21 dias, acontece um fenômeno químico que sai do cérebro e percorre todo o corpo mudando e transformando nosso sistema físico.
Passamos a utilizar mais o Córtex Pré-Frontal esquerdo, o EU OBSERVADOR, e desativa o Pré-Frontal direito, onde se situa o EU DRAMÁTICO, que é que estamos mais acostumados a usar.
A técnica dos 21 dias é como se você resolvesse levar o seu cérebro para a academia.

O texto da Jaqueline termina aqui, porém proponho que hoje, a gente pegue 15 minutos do dia e pense em algo para  mudar e se for dia 9 de abril que façamos isso pelos próximos 21 dias, ou seja ate dia 30 de abril. Que vocês acham? Nada a perder não é mesmo, então vou fazer aqui:

Quero superar a minha insegurança. Sim, insegurança de tudo. de que não vou dar conta, não vou conseguir terminar, não vou ter tempo suficiente, e por ai vai …

Aprendi que este não veio de muito tempo atrás e acreditei nele, continuo acreditando mesmo que as evidencias sejam diferentes, em muitos momentos, e agora vou fechar meus olhos e pensar nos momentos que passei que ouvi que não era capaz e as vezes que provei o contrário.

primeiro emprego: Me falaram que eu não ia conseguir, foi difícil mas não só consegui como fui de vendedora a caixa em menos de dois meses mesmo sem experiencia.

Ser mãe: Foi complicado dentro das limitações que eu possuía, mas alem de estar sobrevivendo a 11 anos consegui ser aprovada para poder adotar mas uma criança mesmo com todas as implicações que isso resultaria, uma criança mais velha, com uma história familiar diferente da nossa.

Me formar: Ufa, achei que seria impossível conseguir chegar la, mas no dia da minha formatura eu devia ser a pessoa mais confiante e feliz deste mundo.

Meu divórcio: Não é fácil tomar as rédeas de toda uma vida com filhos casa e problemas para si , e olhem, entre trancos e barrancos estou conseguindo !!! E meus filhos estão psicologicamente bem, me ajudando e apoiando mesmo tao jovenzinhos!

Com certeza posso muito mais do que acredito …

E você já pensou sobre isso?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s